Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

A hora marcada

 

Ninguém pode dizer com toda a certeza que a hora já está marcada. Até porque, mesmo que esteja, nunca a esperamos.

 

Há horas para outras coisas. Para acordar as crianças para irem à escola, para ir buscá-las, para apanhar o eléctrico de volta para casa. Mas talvez não para isto.

 

Sei que viveste muito e desejo chegar à tua idade com a mesma tranquilidade, a mesma calma. Naquele dia lembro-me de ter pensado num poema do José Gomes Ferreira, dedicado a uma amiga, que dizia "devia morrer-se de outra maneira". Que as pessoas deviam desfazer-se em fumo e assim ascender aos céus, se fosse caso disso, sem que os entes queridos tivessem de suportar cerimónias e rituais de tradição secular que pouco ou nenhum conforto oferecem.

 

Gostava que tivesse sido assim. Que a matéria orgânica que suportou o teu espírito pacífico pudesse ter-se esfumado. Dócil e ligeira, como eram os teus passos que eu acompanhava aos saltinhos quando tinha 5 anos.

 

Ainda não sei porque me doeu tanto. Nem sei se virei a saber. Fazes-me falta? Com sinceridade, acho que não. E depois sinto que sim. Tenho as memórias, que em vez de se dissolverem no tempo, se tornaram mais vívidas desde que foste.

 

As pequenas flores que cresciam no muro a caminho da escola e que esperavas que eu colhesse para levar à professora.

 

O queijo cortado meticuloso aos cubinhos para a sobremesa.

 

O dia em que aprendi contigo a palavra "principiar"...

 

que é o que espero possas agora fazer outra vez....

 

 

BY WORDLESS às 02:00
| PALAVRAS TUAS?
|
1 comentário:
De palavrasdepoenada a 20 de Fevereiro de 2009 às 11:33
Talvez seja isto que nos diga que a nossa vida não foi em vão, quando partimos e deixamos memórias doces, daquelas que nem o tempo apaga.
Lamento não ter podido conviver mais com ele, sei que nos daríamos bem, mas às vezes as circunstâncias têm mais força que nós. Felizmente, também o guardo com carinho.

Comentar post

pesquisar

 

Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

AINDA NAS MÃOS

Serenity now

~life´s miracles~

ACABOU

(not) Good Enough

Blue Moon

A hora marcada

Duocromático

A propósito da crise

Sister says

Às vezes...

GUARDADAS NA GAVETA

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

PALAVRAS

da música

da saudade

de agradecimento

de coragem

de esperança

de força

de frustração

de paixão

de saudade

do amor

dos poetas

que faço minhas

sem sentido

simples

soltas

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds